Informações Importantes

Veja abaixo os itens obrigatórios para sua viagem à Argentina em veículo próprio:

• 02 Triângulos

• 01 Extintor de Incêndio

• 01 Caixa de Primeiros Socorros

• Cinto de Segurança para todos os passageiros

• Seguro Carta Verde (Verifique com seu corretor de seguros)

• Cabo para reboque de 1,5 a 2 metros ou cambão

• Autorização para conduzir na república argentina no caso de não ser o proprietário do carro

• Documentos originais de propriedade do carro

• Ligar os faróis luz baixa de dia

• Não existe nenhuma legislação Argentina ou requisito de um lençol branco ou “mortalha plástica”

• Solicita-se que os veículos que possuem entrada para reboque (bolota de aço) e não foram levar motor-home ou reboque que retirem a mesma para evitar problemas com a polícia.

• Qualquer prejuízo que venham sofrer os viajantes brasileiros, deverá ser comunicado ao consulado no Brasil na Argentina.


Documentos necessários para embarque à Argentina.

É obrigatória a apresentação da carteira de identidade original, com menos de 10 anos de expedição e em bom estado, ou passaporte atualizado (não vencido), para o embarque para à Argentina. Não é aceito nenhum outro tipo de documento como carteira de motorista ou classista.

Fonte: Consulado da República Argentina




Nova regra para despachar bagagem de mão

Agora será preciso prestar mais atenção ao tamanho da bagagem de mão. As bagagens que estiverem acima do tamanho padrão (55 cm de altura, 35 cm de largura e 25 cm de profundidade, com até 10kg) terão que ser despachadas para o setor de cargas.

A medida já está em vigor nos aeroportos Juscelino Kubitschek (Brasília), Afonso Pena (Curitiba), Viracopos (Campinas/SP), Aluízio Alves (Natal), Confins (Belo Horizonte), Pinto Martins (Fortaleza), Guararapes (Recife), Val-de-Cans (Belém), Congonhas (São Paulo), Santa Genoveva (Goiânia), Salgado Filho (Porto Alegre), Galeão (Rio de Janeiro) e Santos Dumont (Rio de Janeiro).

De acordo com a Abear, associação que reúne as empresas aéreas brasileiras, o objetivo da medida é agilizar o fluxo dos clientes nas áreas de embarque e evitar atrasos.

Desde o início da cobrança pelas bagagens despachadas, muitos passageiros têm optado por levar apenas malas de mão – por vezes com dimensões excessivas –, causando transtornos na hora do embarque na aeronave.

Antes de entrar nas áreas de embarque, os passageiros terão que verificar se o tamanho e o peso das bagagens estão de acordo com os padrões definidos pelas companhias: 55 centímetros de altura, 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade, com até 10kg.

Nas três companhias participantes – Latam, Gol e Avianca Brasil – o valor da bagagem despachada varia entre R$ 59 e R$ 220. A Azul deixou a Abear no início do mês de Maio.

Fonte: G1

Cronograma